Fornicação x Bíblia: afinal, fornicar tem perdão?

Sim, a resposta imediata a essa questão é que sim, Deus perdoa a fornicação. Entretanto, isso não significa que esse ato não seja um pecado.

Assim, para ser perdoado, é importante que o pecador se arrependa de seus atos e se afaste das possibilidades futuras de cometer a fornicação novamente.

Portanto, é fundamental que o cristão tenha uma conduta que o afaste dos pecados, entre eles, o ato da fornicação.

O que significa fornicação?

No português corriqueiro, fornicação é considerado o ato sexual dentro ou fora do casamento. Entretanto, o seu sentido cristão é mais amplo e engloba também esse sentido comum.

frase sobre fornicar

Na Bíblia, a fornicação é considerada como o ato sexual fora do casamento, ou seja, é um pecado grave devido a sua alta imoralidade.

Veja ainda: Blasfêmia tem perdão? O que significa blasfemar contra Deus?

Logo, a fornicação pode ser compreendida também como o que diz respeito a uma série de outras imoralidades e impurezas. Por exemplo, a fornicação está diretamente ligada à cobiça à esposa/esposo de outra pessoa.

Quando se comete a fornicação, atinge-se diretamente uma das principais instituições de uma vida voltada à prática religiosa: o casamento.

Logo, quando alguém realiza esse pecado, não está mais honrando o seu casamento. Ao contrário, realiza algo imoral e suja o que até então tinha sua pureza.

Vale ressaltar que o ato sexual em si não é um pecado. Mas, quando se fala em libertinagem e em traição, ou seja, fornicação, isso sim é um pecado.

O que a Bíblica diz sobre o ato de fornicar?

Em várias passagens na Bíblia é possível de localizar referências ao ato de fornicar.

Em Mateus 5: 32; 19: 9 a infidelidade é destacada como algo perverso e uma fraqueza da carne. O adultério é referido como fornicação e por conta disto, podemos compreender que é um atentado à moral cometê-lo.

Além disso, é ceder a uma fraqueza da carne e ter em vista somente a vida terrena.

Em Coríntios existem muitas referências à fornicação. Em 6: 9-10 ressalta-se que os injustos não herdarão o reino de Deus. Sendo estes: fornicadores, idólatras, adúlteros, efeminados, ladrões, bêbados, entre outros.

Ou seja, todo o tipo de imorais não serão merecedores.

Em relação à fornicação, ainda é destacado que o corpo não é para a fornicação. Mas, para Deus, bem como Deus para o corpo. A imoralidade sexual ainda é colocada como um pecado com o próprio corpo, além do divino.

Assim, é também em Coríntios que se destaca que cada homem terá uma esposa e uma esposa seu marido.

o que significa fornicação

Fornicação nos dias de hoje

Hoje em dia a fornicação pode ter muitas variações, como a pedofilia, o sadomasoquismo, a poligamia, entre outros tipos.

Deve-se entender que esses estilos de vida são contraproducentes quando se fala em alcançar o reino de Deus.

Mas, não são incomuns relatos de pessoas que acabam percebendo seus pecados e sendo perdoadas por Deus.

A fornicação tende a modificar-se com o caminhar da humanidade. Assim, a traição está cada vez mais em voga, bem como o apelo sexual para que os jovens tenham relações sexuais cada vez mais cedo.

Tudo isso pode ser compreendido como a fornicação contemporânea e tem como único efeito afastar a pessoa da sua real função no mundo material, que é o de se aproximar de Deus.

Somente com a propagação da palavra é possível que as pessoas também conheçam que a fornicação é um pecado.

Tipos de fornicação

Por meio do sentido bíblico a fornicação pode ser compreendida em sentido amplo.

Um de seus sentidos mais comuns é o de traição. Ou seja, romper o contrato do casamento relacionando-se com outra pessoa.

Entregar-se a carne também é entendido como um tipo de fornicação. Isso é tido como uma imoralidade sexual e como uma perversão.

O ato sexual antes do casamento também é um tipo de fornicação. Esse deve ocorrer somente após o matrimônio.

Outro tipo de fornicação é o ato de qualquer libertinagem. Por exemplo, relacionar-se com várias pessoas ao mesmo tempo mesmo que não seja casado.

Podemos ainda destacar os casos de pedofilia que são altamente violentos.

Esse é um pecado sexual que pode interagir com outros pecados, como a avareza. Assim, enquanto não houver o arrependimento, não há como ser perdoado do ato.

Leia também: Como desenvolver o Fruto do espírito em sua vida?