Como desenvolver o Fruto do espírito em sua vida?

Você, em toda a sua vida cristã, alguma vez já se questionou sobre o que Deus quer de nós? Provavelmente sim.

Entretanto, apesar de parecer uma pergunta que demandaria respostas complexas, na verdade, resume-se em algo bem simples.

De acordo com a Bíblia, Deus quer apenas duas coisas de nós: que o reconheçamos como Pai e que sejamos filhos sempre conectados com os seu ensinamentos, tal qual Jesus.

Leia: Blasfêmia tem perdão? O que significa blasfemar contra Deus?

São duas coisas simples, mas que se complementam. É só observar, à medida que conhecemos a Deus, nós buscamos cada vez mais por seus caminhos, modificando o nosso ser sempre para agradá-lo.

frutos do espirito santo

O que é fruto do espírito?

É disso que trata o pequeno trecho de Gálatas, do fruto do Espírito que resume exatamente o que Deus quer para nós.

Paulo, ao escrever o livro de Gálatas, escolheu a palavra fruto para falar das transformações que ocorrem em nossa vida quando estamos juntos ao Pai.

Confira: Vale de Ossos Secos: veja como surgiu e quais lições ele nos deixou

Assim como ocorre com o fruto de uma árvore frondosa, nós também precisamos de tempo e cuidado para transformar o nosso ser e fazê-lo transbordar de Frutos do Espírito.

Quais são os frutos do Espírito?

Ao todo são mencionados 8 frutos, são eles:  amor, alegria, paz, paciência, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança

O amor

Sim, este vem em primeiro por representar tudo aquilo que Deus é.

É a presença do amor em nossas vidas que determina se de fato vivemos ou não.

“Nós sabemos que já passamos da morte para a vida, porque amamos uns aos outros.” I joão 3:14

É por meio do amor que descobrimos se realmente somos discípulos do Pai.

“Através deste testemunho todos reconhecerão que sois meus discípulos: se tiverdes amor uns pelos outros.” João 13:35

É a presença do amor que ratifica a existência do nosso Deus.

Ninguém jamais viu a Deus; se amarmos uns aos outros, Deus permanece em nós, e o seu amor é aperfeiçoado em nós” I João 4:12

A alegria

Nos sentimos alegres quando estamos juntos daqueles que tanto amamos. Ou quando recebemos uma boa notícia.

Mas um dos maiores motivos de alegria, com certeza, é o fato de podemos experimentar o dom da vida concedido por Deus.

Não há alegria maior que poder desfrutar desse dom seguindo todos os ensinamentos do Pai.

A alegria é consequência da comunhão em Cristo.

Paz

A bíblia nos fala que existem dois tipos de paz.

A paz com Deus, que é aquela concedida por nosso Rei Jesus, ao nos salvar de todos os pecados.

A paz de Deus, que é aquela que nos acalma a alma.

Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus. Filipenses 4:6,7

A paciência

Uma das virtudes do Pai é a paciência. Em vários relatos bíblicos do antigo testamento é possível perceber o quanto Ele demorava para irar-se, mesmo diante dos maiores pecados, ele sempre perdoava.

Ser paciente é isso, é não irar-se, não guardar rancor. Ser tolerante.

Benignidade e bondade

A palavra benigno vem do latim e significa ser bondoso e generoso. Esta, com certeza, é uma das maiores qualidade de Deus que ele deseja que tenhamos também.

Ser benigno é um processo, pois por natureza somos criaturas egoístas. Contudo, Deus nos deixou vários ensinamentos para tratarmos uns aos outros com bondade.

Jesus é o maior exemplo disso. Em toda sua trajetória, foi humilhado, renegado. Mas nunca se deixava abater e proclamava pelos 4 cantos um tratamento bondoso, fruto de sua conexão com o Pai.

O resultado da benignidade é a bondade. Busquemos ser benignos em nosso coração para que a bondade seja o reflexo da nossa devoção ao Pai.

A fé

Não há nada mais poderoso que a fé.

A fé é manifestação da nossa fidelidade e devoção. É ela que nos mantem conectados com os caminhos do Nosso Senhor.

Sem ela, nos sentimos fracos para seguir adiante.

A mansidão e temperança

Quando falamos em mansidão é impossível não lembrar das várias histórias de Jesus Cristo que, em momentos conflituosos, permanecia manso e calmo, pois tinha plena convicção de que o pai estava com ele.

Não há necessidade de força bruta para resolver conflitos. Um homem manso em Deus é capaz de solucionar qualquer problema.

Mas não confunda! Ser manso não quer dizer ser passivo ou omisso. É apenas tentar manter a calma sempre que possível.

“Seja, porém, o interior do coração, unido ao incorruptível traje de um espírito manso e tranquilo, que é precioso diante de Deus.” 1 Pedro 3:4

Confira ainda:16 Perguntas Bíblicas: fáceis, médias e difíceis com respostas

Como posso desenvolver o fruto do espírito?

Andando junto ao Pai, assim como Jesus o fez. Esse, com certeza, é melhor meio para que você possa desenvolver o fruto do espírito dentre do seu ser.

Mas lembre-se, não é tarefa fácil, afinal, o mundo onde vivemos muitas vezes tenta impedir o progresso de nossa alma.

Sendo assim, não desista! Seja perseverante e fiel que o fruto do espírito irá brotar em sua vida.

Existe um versículo bíblico sobre o fruto do espírito?

“Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, paciência, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra estas coisas não há lei.”

(Gálatas 5:22,23)

“Nenhuma árvore boa dá fruto ruim, nenhuma árvore ruim dá fruto bom. Toda árvore é reconhecida por seus frutos. Ninguém colhe figos de espinheiros, nem uvas de ervas daninhas. O homem bom tira coisas boas do bom tesouro que está em seu coração, e o homem mau tira coisas más do mal que está em seu coração, porque a sua boca fala do que está cheio o coração.”

(Lucas 6:43-45)